A Champagne-Ardenne tem paisagens que são essencialmente rurais, sendo que uma grande parte se destina à vinicultura da champanhe.  As vinhas proporcionam a esta região um prestígio mundial.  Para preservar esta região excepcional, as paisagens da Champagne foram declaradas Patrimônio Mundial da Humanidade da Unesco em julho de 2015.  O Langres, o Soumaintrain e o Chaource são alguns dos queijos produzidos nesta região de prestígio.