Brie, Munster, Cantal, Comté, Saint-Nectaire, Camembert, Roquefort, etc.

Estes queijos são sinônimo de gosto, autenticidade, patrimônio, experiência, cultura, naturalidade, qualidade, convívio, partilha, adaptabilidade e praticidade. Muitas vezes são queijos de DOP, os “autênticos” que representam a sua identidade regional. Queijos dos gastrônomos e dos conhecedores de todas as idades são combinados com outros produtos de qualidade. É possível encontrá-los facilmente em queijeiros, mercados regionais e supermercados. A degustação deve ser feita, de preferência, numa tábua de queijos, no final de uma refeição, como um petisco e lanche.