É necessário tempo para o queijo estar no ponto, assim como é necessário tempo para o pão crescer. Este é o mínimo denominador comum entre o pão e o queijo. O encontro acontece instintivamente entre esta base de matéria e de sabor e as massas que se revelam ou se fundem. Mais ou menos ácido, mais ou menos de fermento, mais ou menos completo, natural ou recheado, o mundo do pão se abre ao do queijo de vastos horizontes. Variar as crostas, miolos, densidades, fermentações e texturas. Isto também deve ser feito tanto com os queijos como com o pão. Estas são algumas dicas para se obter uma excelente combinação entre os dois. Um bom pão para um bom queijo.