As cores do chá

 

O chá, cujo nome em latim é Camellia Sinensis, está disponível em seis cores: branco, verde, amarelo, azul esverdeado, vermelho e preto. É de assinalar que a cor vermelha na China foi designada preta pelos britânicos durante o desenvolvimento do comércio do chá por estes no século XVII na Europa. Em relação ao chá de cor preta na China, que é chamada castanha-escura no Ocidente, pertence à famosa família dos Pu’er. Fiquemos com o nome de origem, isto é, o chinês. É tudo uma questão de oxidação. A oxidação é um processo natural de envelhecimento dos vegetais que se pode admirar no outono. As folhas, quando são privadas de água e do contato com o ar, secam e, com a ação de enzimas designadas por oxidases contidas nas folhas, mudam de cor passando progressivamente do verde para o marrom. Além disso, também mudam de sabor.

As cores do chá correspondem aos níveis de oxidação variáveis iniciados e controlados pelo plantador logo após a colheita na manufatura, equivalente à adega na vinificação.

Assim, o chá branco é ligeiramente oxidado de forma natural, o chá verde não é oxidado, o chá vermelho é totalmente oxidado e o chá azul esverdeado é parcialmente oxidado. Por sua vez, o chá amarelo, que é raro e caro, é uma especialidade chinesa produzida apenas em duas regiões. Este é um primo direto do chá verde sendo que a diferença é que as suas folhas fermentam muito ligeiramente. Uma vez que é difícil obter um chá amarelo de boa qualidade no mercado francês, ele não foi escolhido para as combinações. Em relação ao chá preto, ou Pu’er, não ocorre um processo de oxidação enzimática mas uma verdadeira fermentação microbiana na qual os fermentos e as bactérias intervêm no desenvolvimento do sabor do chá. Este pode ser comprimido em bobinas e depois maturado numa cave durante vários meses e, até mesmo, durante vários anos, tal como acontece com o queijo.

As texturas do queijos e as sutis combinações de chás e queijos

 

A combinação de chás e queijos é infinita e talvez até mais simples do que a do vinho, uma vez que o chá tem um lado muito refrescante.